FECHAR
Manejo e Boas Práticas

Manejo de insetos em estágio inicial do milho

841 vizualizações | Postado em 20 de junho de 2017

MIP - Manejo Integrado de Pragas

MIP – Manejo Integrado de Pragas é:

“Sistema que associa o ambiente e a dinâmica populacional da espécie, utiliza todas as técnicas apropriadas e métodos de forma tão compatível quanto possível e mantém a população da praga em níveis abaixo daqueles capazes de causar danos econômicos”. (FAO)

Conheça alguns dos pilares que compõem o mip e são essenciais no manejo do milho em estágios iniciais da cultura

Monitoramento e Identificação de Pragas

Divisão da área plantada em talhão de 10ha a 50ha para avaliação da população das pragas. Sempre que as lavouras apresentarem danos maiores ou igual a 3 na escala Davis, em mais de 20% das plantas, o agricultor deve tomar uma decisão acertada para manejar a praga. Em início de safrinha, atenção deve ser redobrada com percevejos, vaquinhas (Diabrótica), pulgão e cigarrinhas.

Dessecação Antecipada com Inseticida

Prática que reduz a população de pragas residentes que se desenvolvem em plantas daninhas na área do plantio. Não aplicar esse método permite que, mais tarde, no estabelecimento do cultivo, estas pragas migrem para as plantas do milho, gerando danos expressivos.

Biotecnologia Bt

Semente de milho geneticamente modificada, tolerante as principais pragas da cultura.

Tratamento de Sementes

Beneficiamento que protege a semente de pragas que podem persistir na palhada e realizar ataques durante a fase de germinação do milho

Áreas de Refúgio / MRI

Plantio de sementes de híbridos convencionais ou somente com tolerância a herbicida em 10% da área total de cultivo, com o objetivo de manter uma população de insetos praga alvo, não exposta a proteína inseticida Bt, retardando a multiplicação de insetos resistentes

Lembrar que:

• Condições climáticas e o manejo regional podem favorecer explosões populacionais de insetos praga. A integração de métodos de controle (monitoramento das áreas de milho Bt e a associação com inseticidas) é um princípio básico para a efetiva implementação do MIP na propriedade e proteção do potencial produtivo da lavoura.

• É importante salientar que a velocidade de desenvolvimento da Spodoptera em um ambiente quente como o encontrado na Safrinha, favorece o aumento do metabolismo e população da praga. Nesta época, o agricultor pode ter um aumento considerável de dano em poucos dias caso não tenha o cuidado especial na fase inicial de desenvolvimento da cultura.

O que é resistência de insetos?

É uma característica genética do inseto em tolerar doses que são letais para maior parte dos indivíduos que formam uma população da praga. Insetos resistentes podem estar presentes na população antes da utilização de quaisquer métodos de controle. O uso de alguns desses métodos pode selecionar indivíduos naturalmente resistentes.

Veja abaixo a recomendação mais adequada, de acordo com as condições ambientais:

Recomendação correta de acordo com estágio da praga e da planta, condições ambientais e operacionais e outros.

Para recomendações de manejo em estágios iniciais do milho, consulte a árvore de Recomendações de Inseticidas, acessando: www.rrplus.com.br

Copyright © 2017 Monsanto Company. Todos os direitos reservados. Proibida a cópia sem prévia autorização de seus idealizadores.

ADVERTÊNCIA: Os agrotóxicos são produtos perigosos à saúde humana, animal e ao meio ambiente. Antes de manuseá-los, leia atentamente e siga rigorosamente as recomendações contidas no rótulo, na bula e no receituário agronômico. Utilize sempre os equipamentos de proteção individual. nunca permita o manuseio de agrotóxicos por menores de idade. Descarte corretamente as embalagens e os restos dos produtos. não reutilize as embalagens vazias. Informe-se sobre aimportância do manejo integrado de pragas.

CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.