FECHAR
Artigos

Refúgio para soja: como planejar?

746 vizualizações | Postado em 10 de setembro de 2018 talhao 6 - Refúgio para soja: como planejar?

A escolha do sistema de plantio a ser utilizado, a cultivar adequada para a área e a compra de sementes certificadas e de qualidade são alguns dos primeiros passos para iniciar a lavoura. Nesse sentido, é preciso se preparar para realizar o manejo correto para a área, que poderá interferir no potencial de produtividade da soja.

O agricultor que optar pelo plantio de soja com a tecnologia INTACTA RR2 PRO® na safra 18/19 deve estar atento para incluir as variedades de refúgio no seu campo ou na sua lavoura. Afinal, a medida preventiva colabora para a preservação da tecnologia Bt, manejando o desenvolvimento de resistência de insetos.

Por que falamos de refúgio?

O refúgio, componente-chave do Manejo Integrado de Pragas (MIP), atua na manutenção e na preservação de tecnologias com base em proteínas Bt. As sementes com essa tecnologia ajudam a proteger a lavoura contra o ataque das principais lagartas da cultura. Esse avanço permitiu diminuir consideravelmente os prejuízos causados por essas pragas, evitando aplicações excessivas de inseticidas, complexidade do manejo e a perda de produtividade.

Para que a tecnologia possa continuar expressando eficácia, é necessário diminuir a pressão de seleção de insetos resistentes por meio do refúgio, que é a alternativa mais eficiente para superar esse desafio nas lavouras. A prática consiste em plantar variedades não Bt em, no mínimo, 20% da área total de soja plantada, respeitando a distância máxima de 800 metros entre áreas.

Modos de fazer

Existem inúmeras formas de implementação de áreas de refúgio estruturado, que podem ser adaptadas conforme a realidade de cada lavoura. Conheça algumas delas:

Talhão

Nesta opção, o agricultor escolhe um ou mais talhões que estejam a, no máximo, 800 metros dos outros talhões plantados com soja Bt.

talhao 1 - Refúgio para soja: como planejar?

Bordadura/perímetro

A área de refúgio é disposta ao redor da área Bt plantada, formando uma espécie de cinturão.

talhao 4 - Refúgio para soja: como planejar?

Blocos

As áreas de refúgio e soja Bt ficam dispostas em blocos, lado a lado, com uma distância máxima de 800 metros entre elas.

talhao 3 - Refúgio para soja: como planejar?

Faixas

Nesta modalidade, as diferentes áreas são intercaladas por faixas, respeitando a distância máxima de 800 metros.

talhao 6 - Refúgio para soja: como planejar?

Quanto comprar?

Para que o refúgio exerça seu papel de geração de insetos suscetíveis (insetos sensíveis a tecnologia Bt), deve-se destinar 20% do volume da área de cultivo para o plantio de variedades de refúgio. Por exemplo, para uma área de 1.000 hectares, devem ser plantadas sementes não Bt em 200 hectares.

A disposição dessas áreas fica a critério de cada agricultor, adequando a melhor modalidade à sua realidade. O importante é respeitar a porcentagem e a distância exigidas, assim como colaborar para a proteção da tecnologia.

 

Compartilhar
Esse post foi útil para você?

Comentários

Deixe o seu comentário!

ADVERTÊNCIA: Os agrotóxicos são produtos perigosos à saúde humana, animal e ao meio ambiente. Antes de manuseá-los, leia atentamente e siga rigorosamente as recomendações contidas no rótulo, na bula e no receituário agronômico. Utilize sempre os equipamentos de proteção individual. nunca permita o manuseio de agrotóxicos por menores de idade. Descarte corretamente as embalagens e os restos dos produtos. não reutilize as embalagens vazias. Informe-se sobre aimportância do manejo integrado de pragas.

CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.